O exame toxicológico não será mais necessário para renovar a carteira de motorista, a famosa CNH, é verdade, apesar do choro de uma parte de “interessados” no assunto.

Parte da mídia já questiona a portaria da presidência da república, as opiniões e pressão o fim do exame toxicológico são as mais variadas, eu sou a favor, e já explico porque.

Minha CNH era A2D, nos últimos 15 anos só guiei veículos médios e pequenos, sendo desnecessária a categoria A2D, quando fiz a renovação rebaixei a categoria, o motivo foi o custo do exame toxicológico, a meu ver inútil.

Conheço portadores de CNH que deixaram de usar drogas só para passar no teste toxicológico, no mesmo dia que pegaram a CNH renovada, se encheram de porcarias para comemorar e quem foi para a estrada se encheu de rebites.

Meu ponto de vista é que o exame toxicológico tem que existir, mas tem que criar uma forma legal de fazer quem se envolve em acidentes fazer o teste, comprovado o uso de algo proibido, aí sim, aplicar a Lei de forma severa e exemplar.

Da forma que foi criada, a obrigatoriedade do exame não tem efeito eficaz para as rodovias, o que faz de fato é aumentar a burocracia, dar trabalho para laboratórios, além de deixar uma renovação ou alteração de categoria mais cara.

A população já paga, e paga muito pelos serviços públicos, que por sinal são muito ruins, a necessidade é de diminuir custos, e quem sabe, ir aparando a folha de pagamentos do serviço público.

São pouquíssimos os documentos públicos e praticamente necessários em vários lugares que são gratuitos, tudo é pago, e bem pago.

Por isso, estou totalmente de acordo com o fim do exame toxicológico para renovar ou alterar categoria de CNH, as taxas existentes já são bem altas.

Além disso, tem mais gente sóbria fazendo porcarias nas estradas brasileiras do que gente drogada, não sou a favor do uso de drogas para depois dirigir, mas fatos são fatos.

Quem é contra o fim do exame toxicológico tem seus motivos, quem é a favor também tem seus motivos, então, vamos começar por algo que todos gostam e querem: CNH mais barata.

Fim do Exame Toxicológico