Primeiro Acidente ou Desobediência

Não me lembro do dia em que chegamos ao novo local de morada, mas das muitas coisas que me lembro da minha infância tem início no Campinho.

O primeiro acidente ou a primeira peraltice ou ainda a primeira recomendação que me lembro que meus pais me deram não foi observada e gerou um acidente por ter sido ignorada.

Atualmente, um corte como aquele levaria alguns pontos, mas no interior, pó de café e uma faixa amarrada para não entrar sujeira e bichos era o que bastava, era só esperar até sarar e estaria pronto para outra.

Acontece que tinha um pé de ingá macaco, é uma espécie de ingá que tem uma casca dura, colher a vagem já era difícil, mas comer era mais difícil ainda devido a casca, e se quer colher é porque quer comer.

Subir no pé de ingá não era possível para a minha idade, mas pegar uma taquara (um tipo de bambu fino e comprido) e torcer o talo da vagem eu já havia visto meus pais fazer, então era só fazer o mesmo, e foi assim que apanhei algumas vagens de ingá.

Na hora de abrir a vagem tinha que ser com uma faca, e aí o inesperado aconteceu, o dedo indicador da mão esquerda foi cortado profundamente quando a faca foi mal usada para abrir a casca da vagem de ingá.

Um escorregão da faca e quase que o dedo foi decepado, felizmente foi só um corte profundo, mas a cicatriz permanece até hoje e não há pomada ou remédio que faça a cicatriz sumir.

Além de ser uma lembrança da minha infância, é também uma lembrança de um descumprimento de uma recomendação dos pais, se eu tivesse observado a recomendação o acidente não teria acontecido.

Quando os mais velhos recomendam que alguma coisa não seja feita é para prevenir para que coisas ruins não aconteçam, infelizmente, a grande parte das recomendações, ou até mesmo ordens para que certas coisas não sejam feitas, são sumariamente ignoradas.

Nesta desobediência ficou a história e uma cicatriz, tanto é que meus pais sempre que recomendavam para que algo não fosse feito, me faziam lembrar do episódio do corte do dedo e acrescentavam que outro acidente poderia ser pior.